Pão & Prosa

O pão que não pode faltar e a prosa gostosa de sempre!

UMA TARDE SEM TER O QUE FAZER.

Por Gil Nascimento

Estou no ócio, mas um ócio legal, terminei meus afazeres profissionais, já ajudei a colegas de setor, mas mesmo assim me falta desafio, ou eu estou desempenhando bem demais meu papel ou meu papel é indigno de mim, não sei! Na duvida prefiro acreditar que tem alguma coisa errada e que estou esquecendo de alguma coisa(mesmo tendo certeza que isso não é verdade). Olho para um lado, olho para o outro e nada me vem a cabeça! Mas continuarei pesquisando, buscando, estudando, formas de diversificar meu tempo e minhas energias, tipo, escrever, escrever é algo que me anima, ainda bem! Melhor ainda é saber que alguém vai ler, pode até não entender e se entender pode vir a não gostar, mas isso não me importa muito, o importante é virar noticia, infelizmente não posso fuçar o ORKUT ou MSN em busca de novidades e novos boatos, só me resta algumas poucas opções na rede mundial de computadores, sites de reportagens e fofocas de celebridades, este ultimo só mencionei, pois não é um assunto que eu considere relevante, mesmo para alguém que está no ócio, quando se estar no ócio e não se é adepto de entorpecentes o barato é mais severo, o tempo se rasteja, a sua volta pessoas apenas passam por suas vidas, sem fazer nada diferente, nada significante, como um filho por exemplo, no interior de meus avôs o ócio produziu grandes famílias, famílias tão extensas que chega ao ponto de um lugarejo lá longe, todos serem parentes, pelo menos até o terceiro grau, o ócio nem sempre é inútil, ainda há quem confunda ócio com preguiça, são parecidos e até uma coisa leva a outra, mas uma coisa é uma coisa e as duas não se confundem, preguiça é ter o que fazer e não conseguir fazer, ócio é não ter o que fazer e mesmo assim ter vontade de fazer algo, mesmo cansado. É assim que me sinto, cansado, com dores nas costas e até com sono, mas ainda assim tenho vontade de fazer algo, algo engraçado como filmar momentos indiscretos de meu colega de sala e postar no youtube, ou até mesmo conversa com uma amiga que está em duvida entre um cara que ela gosta e um outro que gosta dela, esse tipo de duvida é legal! Quase sempre estou no meio das mulheres, em casa sou o único filho homem de três filhos e em outros ambientes sempre me coloquei em desvantagem com as mulheres, acho muito pertinente os pontos de vista feminino a respeito de dinheiro, consumo, crime, drogas e outros assuntos complexos, até aquelas mulheres que abrem mão da leitura e pouco se instrui, consegue com toda delicadeza peculiar a ela, mulher, abordar um tema polemico e trazer a baila algo ainda inobservado, é impressionante, sou quase feminista, quase por que não ando em praças queimando sutiãs e gritando palavras de ordem em prol das mulheres, apesar de achar que quem o faz deve ter lá suas razões, sou feminista no ramo intelectual, meu apoio é apenas moral. Mas mudando de assunto, sem fugir do tema, o marasmo está consumindo minhas mãos, enquanto as idéias fervilham, meus dedos custam a acompanhar o raciocínio frenético e olha que tomei apenas um gole de café PRETO, não sou fã de café, mas tive que comer sem beber nada, continuo no ócio, mas a essa altura já não faz muita diferença, ainda vou pra faculdade, pra mais uma jornada de 4h de viajem acadêmica, irei afundar numa cadeira desconfortável por 4h e ainda tenho que parecer interessado em tudo que me contam na sala de aula, pois é assim que pareço ser quando realmente estou interessado, não posso parecer cansado, não, não faz parte de mim ser vencido pelo cansaço, pelo ócio sim, mas o cansaço não é inimigo a altura, depois de sofrer academicamente, irei pra casa e ainda se for possível verei o final do big brother, apenas para me odiar e ver que tem tanta gente no ócio, dentro e fora daquela casa luxuosa e eu aqui me lamentando.

Anúncios

Single Post Navigation

3 thoughts on “UMA TARDE SEM TER O QUE FAZER.

  1. Andressa Cardoso on said:

    Adoreei! Principalmente em relação a delicadeza com a qual você se refere às peculiaridades das mulheres.

  2. Andressa Cardoso on said:

    Adorei!! Principalmente no que diz respeito às peculiaridades das mulheres!

  3. Patricia on said:

    Amei, como sempre um belo texto.
    Parabéns

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: